3.2.11

Dar aulas na universidade é legal. Red bull com suco de laranja é muito legal.

Fatos verídicos, acontecidos em Santo Domingo: aqui as pessoas trabalham muito. Muito mesmo. Segundo as leis trabalhistas dominicanas, 14 dias ao ano de férias são mais que suficiente para se descansar ( - P.S.: se tu passas 15 dias durante o ano novo no Brasil, não terá mais dias de férias até o final do ano - *gritos*). Outro fato, especial aos que vivem na capital: a grande maioria dos residentes de SD (de qualquer lado do rio por onde entrou Colombo há vários séculos atrás) se mandam na sexta pra fora da capital e só regressam domingo pela noite. A cidade é deserta, e até assustadora, com relação ao trânsito maluco, e a barulheira das ruas nos dias de semana.

Outro fato verídico (que não tem conexão com o anterior, me perdoem!): estou dando aulas na universidade. Mas o convite para dar aulas veio com um preço: fazer uma especialização em Docência Universitária. Nada de mal nisso, na verdade é uma oportunidade única, o que faz um pouquinho difícil é que o horário das aulas é tarde, das 6 as 10 da noite, 2x na semana. Mas não dá nada. A gente aguenta. Acorda um pouco mais cedo pra preparar aula, e fazer os temas da especialização, trabalha durante o dia, vai pra aula, volta pra casa, cozinha, enche a pança, lava o corpo e a roupa, e assiste The Vampire Diaries antes de desmaiar na cama. Aparte dessa rotina maluca, ter aula é legal, e fazia falta. Desperta o nerd que está dentro de você, aquele que fica gritando pra sair. J Mais legal ainda é descobrir que red bull e suco de laranja deixa você feliz. É muito legal. Mesmo. Tira o cansaço, cura sinusite, e até ajuda na criatividade de escrever no blog. Bah quisera ter descoberto essa combinação antes.

Amanhã, tudo outra vez. Ah! Vale a pela comentar: dar aula em portunhol é legal. Ainda mais quando eu não me escuto!

2 comentários:

Ana Noronha disse...

Salve o suco de laranja com redbull! O blog está super ativo!

Ali disse...

Sim Aninha, decidi dar uma melhorada nele, vou tentar não abandoná-lo assim!
Beijos!